Como os rádios profissionais melhoram a segurança do trabalhador

Notícias de Produtos

Como empregador, a saúde e a segurança de sua força de trabalho são uma prioridade, especialmente se seu pessoal trabalha em ambientes operacionais exigentes ou de alto risco. Os rádios profissionais da Hytera oferecem vários recursos projetados para melhorar a segurança do trabalhador.

Two-way-radios-worker-safety.jpg

Lesões no local de trabalho são extremamente comuns. De acordo com dados da Previdência oficial, entre 2014 e 2018 foi registrado no Brasil 1,8 milhão de afastamentos por acidente de trabalho e 6,2 mil óbitos.

Muitos desses ferimentos e mortes podem ser evitados usando rádios profissionais.

Os rádios profissionais da Hytera também oferecem vários recursos projetados para a segurança do trabalhador. Se seus funcionários trabalham sozinhos, em áreas remotas ou em um ambiente potencialmente perigoso, você precisa desses recursos de segurança em seus rádios profissionais.

Alarmes de Emergência
O botão de emergência do rádio é geralmente um botão laranja em relevo na parte superior do rádio, de forma que seja facilmente visível e encontrado ao toque. Assim que o botão de emergência é pressionado, um alarme é enviado pelo sistema de rádio junto com a ID de usuário do remetente e esse alarme pode ser uma mensagem de voz ou de texto, ou um tom de alarme.

O alarme de emergência pode ser configurado para ser enviado ao despachante, a todos os outros rádios ou rádios dentro de grupos pré-definidos, como administração ou segurança.

O despachante recebe um alarme visual e sonoro e, se o rádio estiver equipado com GPS, o mapa de despacho automaticamente amplia a localização do rádio que enviou o alarme. O alarme também pode ser enviado diretamente para celulares ou e-mails.

Os rádios também podem ser configurados para disparar um alarme automaticamente quando:

  • Não há resposta
  • O rádio está inativo por muito tempo
  • O rádio está parado há muito tempo
  • O rádio saiu de um limite específico

Man Down
A opção Man Down irá disparar automaticamente um alarme de emergência se um rádio estiver deitado em um determinado ângulo. Isso pode acontecer se o usuário tiver caído, estiver inconsciente ou ferido. Se o telefone permanecer no ângulo por muito tempo (o ângulo e o tempo no ângulo são parâmetros pré-programáveis), um aviso sonoro é emitido para o usuário. Se o usuário não responder ao tom de aviso, um alarme de emergência será acionado.

Trabalhador Solitário
O recurso Trabalhador Solitário tem um temporizador no rádio que mede a inatividade. Ao atingir o período de tempo pré-programado, é emitido um aviso e, caso não haja resposta do usuário, o alarme é acionado. Ele é projetado para funcionar como um sistema de check-in para garantir a segurança dos trabalhadores sozinhos em áreas remotas.

GPS
Os rádios com GPS integrado podem enviar um sinal que pode ajudar a localizar a pessoa que emitiu o alarme ou que está em uma situação de homem caído.

Geo-Fencing pode ser usado para segurança para evitar que certos trabalhadores entrem em áreas, por exemplo, trabalhadores que não são treinados ou equipados para entrar em áreas perigosas.

Interrupção Prioritária
Projetado para limpar um canal em uma emergência, a Interrupção Prioritária permite que um despachante interrompa as chamadas existentes em um canal com informações importantes de emergência. O botão de chamada de emergência também pode ser programado para interrupção prioritária para limpar o canal e garantir que a chamada de emergência seja transmitida.

Monitor Remoto
O Monitor Remoto permite que os despachantes pressionem o botão PTT no rádio de um usuário e ouçam em caso de emergência. Isso é útil se alguém envia um alarme de emergência, mas o despachante não consegue obter uma resposta. Usando o Monitor Remoto, o despachante pode ouvir remotamente o microfone do rádio e possivelmente determinar detalhes sobre a situação.

Stun and Revive
Nem é preciso dizer que a segurança de todos pode ser comprometida se um rádio for perdido ou roubado. Para evitar o acesso não autorizado a comunicações de rádio seguras ou uso malicioso, os rádios Hytera podem ser centralmente desativados (atordoados) e reativados (revividos) por despacho, se necessário.